04/02/16

EM PILÃO, DEZ PESSOAS ESTÃO SENDO ASSASSINADAS LENTAMENTE
















Se eu escolhesse o título, “ SOFRIMENTO NA HEMODIÁLISE” ,  seja sincero, quantos se interessariam em ler este artigo atraídos pela incomum e inabitual palavra hemodiálise?

Mas o título assim vai, sem tintas de nenhum exagero  conforme o relato dos fatos a seguir comprovará, leia e veja:

Dez filhos de  Pilão Arcado,  três vezes por semana  acordam  as 2h  da madrugada, dirigem-se até o hospital  e as 3h embarcam  numa  van  com destino  a  Juazeiro para   sessões de hemodiálise.

Para que melhor se explique, hemodiálise é o procedimento médico  realizado com o auxílio de  equipamento devidamente preparado para realizar as funções que os rins já não tem capacidade, que é a  filtragem do sangue.

Três vezes por semana elas viajam,  percorrendo o total de 550 km por viagem (distância de Pilão a Juazeiro);  1.650 km por semana ; 6.600 km por mês ou 85.800 km ao ano!

85.800 km ao ano, amigos , o equivalente a 40 viagens de Pilão Arcado a  São Paulo (estimada em 2.141 km cada )  o que significa dizer que os pobre infelizes estão rodando quase o equivalente a  uma viagem Pilão/São Paulo  ao dia! ( na verdade 0,76%)!!

Traduzindo em tempo, esses 85.800 km rodados ao ano, na média de velocidade de 90km/h, significa dizer que os pobres coitados gastam 953 horas em viagens   indo e retornando  de Juazeiro, ou quase 40 dias inteiros dentro da van!

Se na conta do tempo perdido formos computar o período que compreende o horário de saída,  3h , até a chegada, 19 h,  chegamos ao número absurdo de 2.496 horas por ano , ou 104 dias por ano, portanto  3 meses e dez dias!

Dentro da van 40 dias e o tempo total perdido por ano nesse processo, 104 dias!.

Infelizmente, porém,  não é tudo, há mais sofrimento:

Quando chegam em Juazeiro, as sessões começam para alguns as 7h perdurando até as 11h, para outros iniciam as 11h e prosseguem até as 15h.

Terminada a sessão após  4 longas horas,   o combalido  paciente sai em frangalhos, fraco, cambaleante como bêbado (há quem desmaie e há quem precise de cadeira de rodas pra sair) então recebe sua marmita, fria, que será digerida, acredite, debaixo de um pé de árvore na rua em frente á clinica, QUE NÃO TEM ABSOLUTAMENTE CULPA NENHUMA POR ESSA SITUAÇÃO.

Isso mesmo, fria, de pé, debaixo de um árvore na rua, porque em Juazeiro não há casa de apoio para as pessoas de Pilão Arcado que estejam em tratamento médico, como certamente deveria existir.

Depois que a última turma sai, então é hora de o motorista da vice-prefeita Ednália Santana, proprietária de fato  da van, ar condicionado desligado retornar a Pilão Arcado.

Sem ar condicionado.Imagine, calor de 35 graus  fora, dentro da van uns 43 graus, isso para pessoas que estão nas condições físicas que você   pode imaginar.

Agora, por que a van da vice prefeita não liga  o ar condicionado ? Não dispõe? Não liga pra não gastar mais óleo diesel? Insensibilidade? Não sei, mas o fato é que não ligam o ar.

Os bancos? Duros como tábua, noventa graus, eretos!

Na viagem de volta, as 7  e até  8 horas da noite,  vencidos mais 270 km e três horas  a van começa a entrar nas ruas de Pilão Arcado completando seu ciclo, 16, 17 horas depois que as pessoas saíram de casa.

Assim, uma pergunta se impõe:  por quanto tempo, já fragilizados e alquebrados pela enfermidade,  agüentarão  esse verdadeiro drama e massacre?

Com urgência Pilão Arcado precisa olhar para esses coitados  e implantar uma clínica ainda que pequena , que até uma máquina seria  suficiente,  para poupar esses coitados filhos de Deus desse massacre!

Ou Pilão Arcado poderia fazer como Campo Alegre, que não utiliza esse sistema de levar e trazer as pessoas, mas as ajuda pagando  o aluguel delas em Juazeiro.
Alguma coisa precisa ser feita para retirar esses pobres infelizes desse massacre quase cotidiano.

Quanto a van da vice prefeita Ednália , registrada em nome do motorista,  com contrato constando  em nome de sua empregada doméstica usada  como laranja desde o início do governo participativo há 7 anos, uma palavra apenas:   é hora de dar um basta no poder desse grupo que se autodenomina “governo participativo da casa de Porfírio” que massacra o povo sem piedade há quase 30 anos.

Pilão não agüenta mais os seus lobos sanguinários que festejam no poder enchendo as burras de dinheiro  ás custas do sofrimento do povo indefeso e  estão a  construir patrimônio de baronato: postos de gasolina, depósito de construção, aquisição de carros de  luxo, casas, chácaras, enquanto  povo padece agruras;

Não agüenta mais a indiferença dos que se autodenominam    “representantes do povo” sem de fato sê-lo;

Não agüenta mais o cinismo dos que se autodenominam “oposição” quando na verdade não passam de fracos concorrentes cínicos;

Não agüenta mais a injustiça que campeia, o sofrimento que oprime, a impunidade e a injustiça que enfraquecem a esperança,  espalhadas por delegacia, fórum, prefeitura, câmara e todos os lugares onde apenas os membros do “governo participativo” tem vez e voz.

Hoje o sofrimento é dos dez, mas entre eles poderia estar nosso  pai, mãe, ou eu  e talvez você.

Não se engane: a injustiça que, hoje,  primeiro bate na porta alheia,  amanha poderá visitar a nossa.

Que Deus nos ajude nos ajude sempre, nós, que somos de Deus, devemos ajudar os nossos irmãos que hoje sofrem.





_____________________________________
Qual é a distância entre Sao Paulo - São Paulo, Brazil e Pilão Arcado - Bahia, Brazil?
Distância em linha reta: 1560 Km
Distância por estradas: 2141 Km

02/02/16

RODOVIA BR 235 PILÃO/JUAZEIRO: PARABÉNS

 Políticos, tantas vezes criticados, mas se não fossem eles,  como se organizaria a vida em sociedade?
Político em definição simples  é todo aquele a quem é confiado (pelo seu povo)  um mandato para representação ou encargo  para prestação de  serviço.

O problema não são os políticos,  mas os maus políticos. E se você acredita que todos que estão aí são imprestáveis e corruptos que então se candidate para fazer sua diferença, convidado está, lembrando que os que existem não vieram de marte.

Bom relembrar que o genial poeta alemão Bertold Brecht já afirmou em prosa e bom verso que o pior analfabeto é o analfabeto político, o tipo  indiferente alienado que não se interessa pelos rumos políticos de sua sociedade  quando deveria saber que sua vida inteira, o que come, bebe, calça, como anda, como estuda e de que maneira vive está nas mãos dos que fazem política.

Vejam, eu  já censurei  aqui mesmo e de forma veemente o Deputado Zó por algumas atitudes dele, pra mim incoerentes  (já andou abraçando Joãozinho e se porta com indiferença diante do descalabro da administração atual de Pilão) mas convenhamos, no episódio da BR 235  - principal Rodovia para Pilão Arcado – da qual desabou trecho por causa das chuvas,  tanto o Deputado Zó quanto os vereadores Everton Luiz e Antônio Medeiros bateram um bolão e fizeram bonito quando tomaram as necessárias providências acionando quem poderia e deveria  resolver o problema, no caso o DNIT, órgão do Governo Federal.

Ora,  se até os postes sabem que Pilão Arcado não tem prefeito a não ser formalmente , já imaginaram se dependesse desse prefeito o  pedido de providências junto ao Departamento de Estradas?

Já pensaram vocês se Pilão Arcado ficasse isolada sem o acesso a Juazeiro? Seria um drama com grandes perdas e sofrimento do povo.


Parabéns, Deputado Zó e vereadores Everton Luiz e Antônio Medeiros, bem fizeram!

29/01/16

QUEM MUITO ABAIXA A CABEÇA, MOSTRA A BUNDA

caminho_maiakovski

No Caminho, com Maiakóvski

Autor: Eduardo Alves da Costa
Eu sei, sei amigos, que o título não é nada romântico nem poético, mas enfim, é o  melhor que  encontrei no momento  para descrever que a relação com o medo  poderá ser a ruína do respeito e da dignidade de uma pessoa, de uma cidade e talvez de um país inteiro.
Lula elegeu-se pregoando a vitória da esperança: sobre o medo.
Ora, é de se concluir que , ao abaixar uma pessoa a cabeça para as injustiças, os abusos e os absurdos, não haverá como resistirem de pé a dignidade e o respeito: menos ainda da vitória triunfando pela esperança.
O povo de Pilão Arcado não pode abaixar a cabeça para as injustiças, para os abusos e absurdos com receio ou medo de represálias, perseguições, medo  do futuro ou de mudança como vem fazendo há décadas sob pena de...
Quem vive com medo vive escravo aprisionado! quem vive com medo não conhece o poder de Deus, da luta pelo ideário da justiça e da verdade e das possibilidades humanas de conquistar dias melhores com a força de vontade e crença na esperança!
Você abaixa a cabeça? cuidado para não exagerar porque resultará mostrando a bunda!
Vi dia desses um professor medroso. Eu disse a ele, o preço dessa covardia é ter vereadores analfabetos e ignorantes te representando. 
Professores representados por Jessé, Laurindo e Juraci e outros pulhas da Câmara de Pilão porque não há, dentre eles professores, corajosos para se apresentarem para a luta! 
Estão derrotados antes da luta!
Deus até Deus detesta a covardia!
Numa ocasião o povo de Israel estava oprimido pelos inimigos midianitas e Deus ordenou a Gideão que reunisse um exército.
"Gedeão reuniu 32 mil homens para lutar contra os madianitas. Levou-os até o alto de um monte de onde se podia contemplar o enorme acampamento dos madianitas, cujo número era 135 mil.
Deus não quer soldados medrosos e tímidos
E o Senhor disse a Gedeão: "Tens contigo gente demais. Madian não será entregue nas suas mãos, para que Israel não se glorie contra Mim, dizendo: Por minhas forças me libertei. Fala ao povo: Aquele que é medroso e tímido, volte para trás". Voltaram 22 mil homens, e só ficaram 10 mil.
Entre 10 mil corajosos, Deus escolhe 300
Deus falou a Gedeão: "Ainda é muita gente. Leva-os às águas, e lá os provarei". Tendo os combatentes descido às àguas, o Senhor disse a Gedeão: "Porás a um lado os que lamberem a água com a língua, como os cães costumam lamber; e os que beberem de joelhos, coloca-os noutra parte". Ora, o número dos que tomaram a água na concavidade da mão e a levaram à boca foi de apenas 300.
E o Senhor disse a Gedeão: "Com esses 300, entregarei nas tuas mãos os madianitas".
A história bíblia conta que Deus a vitória com os 300".
Já me dissseram que Porfírio é invencível!  deve ser por isso que até pastores que dizem que creem em Deus adulam, bajulam e babam em cima desses ímpios que governam Pilão. 
Chega-se a ser uma vergonha. Homens de Deus que honram  ladrões com exagero constrangedor. 

Devo imaginar que  tem medo de passar fome se não aceitarem migalhas que caem da mesa de faraó?
Uma festa do povo de Deus, com cantores de Deus, pregadores, (refiro-me ao dia do evangélico recem comemorado) e chamam ladrões do povo para "dar uma saudação"! Frouxos bajuladores interesseiros!
Indo ao poema:
Este poema, NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKI,  foi cantado em prosa e verso nos anos de chumbo da ditadura militar que durou de  1964 a 1985 e inspirou uma geração de idealistas brasileiros que lutaram contra o regime da ditadura pelo direito á democracia, á liberdade e a uma vida sem vigilância, peias e medos. Que exemplo!
NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKI
“Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada
.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.

Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

27/01/16

RACHA NA BASE ALIADA DO PREFEITO PORFÍRIO: AFONSO TEM COMPANHIA



Dárcio Melo, que durante 5 anos foi fornecedor de peças para a prefeitura de Pilão Arcado; irmão dos Vereadores Reinilton Melo e Zé da Santa Melo, ambos da base aliada do prefeito João Porfírio, PSD; também  igualmente irmão dos bem sucedidos comerciantes fornecedores da prefeitura, Lucielma Melo e Dalton Melo; cunhado da Secretária Municipal de Saúde, Sra Viviane Melo, e aliado partidário do não menos famoso Eli Rogério do Mercado União, foi lançado pré-candidato a prefeito no dia de ontem, 26, pelo PSB, objetivando concorrer na próxima eleição.

Lançada sua candidatura,  definindo-se o grupo de Dárcio Melo como oposição (como se o que você leu não fosse a mais pura  verdade e realidade)  eu, que escrevi o que você acaba de ler, no mesmo espírito de seriedade,  me defino um príncipe da linhagem real  da Dinamarca.

O PROBLEMA DA INJUSTIÇA É QUE, COMEÇANDO PELOS OUTROS, TERMINA EM NÓS


Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

 










Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei



 




Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.

 Bertolt Brecht

(Fotos: Judeus em campo de concentração nazista; negros em porão de navio; crianças no lixão. 

26/01/16

BURRO NA SOMBRA

É de uso corrente o provérbio no nordeste “fulano está com o burro na sombra” quando se deseja dizer que a tal pessoa está tranqüila, descansada e realizada.

Fala-se assim mesmo quando a pessoa não tem burro algum  mas tem sombra, deixando claro que o  importante  e a riqueza , no caso, é a sombra.

E quem tem sombra? Tem sombra quem tem seu teto (onde possa recostar sua cabeça no dizer de Cristo Jesus) ou tem seus bens; mas tem sombra também quem plantou ou conquistou sua árvore, mesmo que a do vizinho, emprestada.

Não se enganem: se uma árvore lhe der sombra, nobre amigo (de graça, até porque jamais alguém pagou por uma) é porque outrem a plantou há algum tempo.

Existe coisa melhor do que a sombra de um pé de  juá, umbu, ou  mangueira para descansar ou  pra cochilar de bobeira , ou um pé de cola para estender uma rede fazendo hora? Não tem.

Tem coisa melhor do que, esbaforido, suado e derretendo de calor, encontrar uma sombra?Não tem. 

Como não tem coisa melhor do que, precisando estacionar o carro,  encontrar vaga  justamente com sobra.

Veja meu compadre e minha comadre,se o burro  (mesmo burro)  quer sombra, todos os espertos de plantão há muito sabem que depois de uma hora  sob o sol nordestino o  o veículo estará como um torradeira de tão quente.

O sol nasceu pra todos, a sombra só para os mais espertos...

Num tempo que o fenômeno  El nino esquenta as águas do atlântico e o sol fica mais quente a ponto de parecer que existe um pra cada de nós, e que as nossas cidades parecem cada vez mais quentes deixando o clima insuportável, plantar árvore, para quem quer sombra e água fresca e um clima mais ameno, é a palavra de ordem: cada um plante sua árvore!

Reflitam: Se  Confúcio dizia que não devemos praguejar a escuridão mas acender nossa vela; nesse passo, não será mais acertado plantar uma árvore, em lugar de inutilmente reclamar contra o calor (que nada resolve) ?

Portanto, não reclamemos (em vão) do calor, plantemos árevores ! Não reclamemos  do calor, plantemos árvores, milhares delas. Uma nova a cada ano... E cuidemos diigentes  para que cresçam e floresçam e frutifiquem tanto mais  porque a aventura humana na terra  (segundo a Bíliblia) começou num jardim..

Plantemos árvores que elas nos darão frutos e sombras, e até os burros agradecerão!

Até os burros

11/01/16

NOSSOS BOSQUES TEM MAIS VIDA, QUAIS BOSQUES?



Por     Perez Luiz Mangueira e Iara Mattos

Cantamos no nosso lindo hino  nacional brasileiro da obra de Osório Duque Estrada que “nossos bosques tem mais vida”, mas no “piloto automático” sem refletir,  quais bosques? 

Em nossas  Cidades aqui da borda do São Francisco, Juazeiro, Curaçá, Sobradinho, Remanso, Casa Nova, Sento Sé, Pilão Arcado, Uauá,  bosques não os temos  nem grandes, médios nem pequenos, a não ser na letra do hino nacional, e se  os conhecemos são os  das cidades alheias, ou aqueles vistos na TV, internet, jornais e revistas.

Isto não deveria ser assim.

Por esse motivo, sem poesia,  e  com a  falta de bosques com mais vida e das árvores verdes ou coloridas, nossas cidades são cinzentas mais feias, e mais quentes e nossas vidas mais pobres de (praças e jardins) e de qualidade de vida.

Não deveria ser assim, porque todos sabemos  ou deveríamos, porque até parece que estamos no mesmo “piloto automático”,  e nem nos damos conta que as áreas verdes  nos  centros urbanos podem  ser  - e são  - não apenas  lugares  de muitas árvores, mas uma reserva de vida, preservação da fauna e flora, proteção a animais diversos, qualidade de vida e respeito á natureza, sem a qual a vida se torna pobre, desagradável é inviável.

Bosques e parques são ambientes de integração a vida e proporcionam maior possibilidade de desenvolvimento físico, intelecto e até espiritual ampliando a qualidade de vida de forma inclusiva porque neles, com a preservação de variadas especiais vegetais, como acontece nos Jardins Botânico de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, são lugares especiais freqüentados por milhares de pessoas e famílias inteiras que a eles vão seja  para o lazer, prática de esportes, celebrações de aniversário ou mesmo para relaxar, ler um livro, descansando da correria e do estres acelerado e histérico da vida moderna.

Assim, nossas cidades deveriam ter fileiras, não apenas de carros, em frota cada vez maior,  mas de ipês roxos, amarelos e rosa, flamboyans e tantas árvores que geram não a riqueza indispensável do oxigênio que respiramos e a  sombra tão preciosa pela qual tanto ansiamos sobretudo nos nossos dias de sol escaldante do sertão.

Para uma realidade desejável  que seria a implantação de grandes áreas verdes ou parques nas nossas cidades, depende-se de maiores investimentos e recursos com a designação de área mais extensa, desapropriação, etc, mas o mais importante ainda é a participação popular, a integração as ações, entidades, grupos ou projetos que busquem melhorar essa situação, a resposta popular é a verdadeira motivadora de toda transformação. 

Nunca conseguiremos melhorar a questão ambiental ou qualquer outra malesa social sem a pronta atenção dos cidadãos de bem, e sobretudo da tão conhecida transformação vinda dos estudiosos, da classe conhecedora e educada que pode influencias imensamente os demais indivíduos transformando práticas e estimulando os governos e autoridades a agirem focados em solucionar, não apenas remediar, questões simples, mas ignoradas por abandono da opinião pública e desinteresse geral que agrava a sobrevivência de todos como é o caso do aquecimento global e da falta de solução para a degradação ambiental que vivemos.

Nossa é época é a grande vitima e vilã da vida. Não estamos nem ai, ou estamos ai e não sabemos como nos comportar? Será que a simples arborização todavia é medida que está ligada á  política de  governo, exigindo apenas boa  vontade e resolução dos gestores.

São Eles, ou Somos Nós os culpados irresponsáveis e inconsequentes?

Por tudo isto, conquanto no nosso Vale do São Francisco não exista nem um trabalho sequer que de fato se proponha a atuar nessas causas com a devida continuidade e manutenção de ações efetivas e praticas para arborizar e defender a maior causa de todo o sofrimento causado pela seca, pelo descaso que é vermos áreas verdes irrigadas ladeadas por verdadeiros desertos, áreas de sequeiro que se mostram produtivas quando atendidas por tecnologia e recursos apropriados, tornando-se áreas de vida e beleza.

Há uma situação urgente. Talvez criar áreas verdes seja a solução para purificar e esfriar um pouco nosso ambiente, talvez resolver transformar o sertão num mar verde de vida e prosperidade, mas ainda é mais importante e urgente, tocar a consciência da população, de toda a população, para que assim, venha da própria gente o cuidado de forma ampla e efetiva, assim  o desenvolvimento de muitas iniciativas, inclusive com a construção de viveiros para as cidades e proteção de determinadas espécimes animais, a destinação de resíduos sólidos, a proteção as aguas, a manutenção dos recursos naturais e da vida aconteça de forma a não mais nos envergonhar.

Nas nossas Cidades por sua vez, para que tenhamos áreas realmente verdes, com plantas, arvores nativas e frutíferas, com mais vida e mais  verde e colorido, com mais oxigênio, se faz urgente o cultivo sistemático, preordenado e planejado por políticas de governos que reconheçam o óbvio: para mais vida, precisamos dos nossos bosques.

E um alerta!

A natureza é lenta, mas eficiente... Uma arvore precisa de até três anos par ser autônoma e sobreviver em estufa ou berçário verde para poder ser transferida para sua destinação final... Portanto, só em cinco anos será colhido o resultado de uma iniciativa por um projeto de replantio. Isso significa que um trabalho de desenvolvimento ambiental que constrói sistemas ecológicos demorará cinco anos no mínimo pra se instalar regularmente, o que nos leva a entender que, se não começarmos agora, com o aumento do aquecimento global, em cinco anos, teremos uma situação imensamente mais critica que hoje.
Se não fizermos nada, depois, talvez, nada mais possamos fazer...
"Os passos mais importantes em sua vida são dados quando vc deixa de lado seu padrão habitual, seja por necessidade ou por opção." Stanley M. Herman.

08/01/16

NOVAS LAGOAS



No município de Pilão Arcado temos vários povoados com o nome de lagoa: Lagoa Bonita (entregue para Buritirama, esse prefeito ama Pilão Arcado), Lagoa da Vaca, Lagoa do Peixe, Lagoa do Adão, Lagoa Comprida, Lagoa Redonda, Lagoa do Padre, Lagoa da Pedra, Lagoa do Izidoro, Lagoa do Leonel, Lagoa de Zé Ferreira, Lagoa de Cima,  Lagoa de Baixo, Lagoinha, Lagoa de Dentro, de Fora e muitas outras lagoas.

Agora, com as chuvas abençoadas que nos mandou Deus, e graças ao prefeito Porfírio, temos  novas lagoas mas agora na cidade: Lagoa do João de Barro, do Vagner Santana, Lagoa de Francisco, Lagoa de Paulo Chuvisco, Lagoa de Reinilton, Lagoa de Rogério, Lagoa de Clécia, Lagoa de Laurindo, Lagoa do Joel, Lagoa  do Afonso, da Ednália, Lagoa da Baixa da Égua, Lagoa dos Filhos da Égua e outras 

Porém, há cinco anos a prefeitura, governada por esse time recebeu R$ 300 mil reais para pavimentação das ruas, sem notícia de qualquer de que qualquer  delas tenha sido pavimentada.


Uma amiga hoje me falou sobre o sofrimento enfrentado para andar na sua rua: sem carro, e pra não atolar nas lagoas, preciso de um jegue, é o jeito!

João Porfírio conseguiu a façanha: com o seu governo do mandacaru faz o povo sentir falta de jumento.

imprimir imprimir
UF:BA
Município:PILAO ARCADO
Detalhes do Convênio
Número do Convênio SIAFI:739144 (Redireciona para o Portal Convênios – SICONV)
Situação:Prestação de Contas Aprovada
Nº Original:51849/2010
Objeto do Convênio:Pavimentacao de vias urbanas.
Orgão Superior:MINISTERIO DAS CIDADES
Concedente:CAIXA ECONOMICA FEDERAL - PROGRAMAS SOCIAIS
Convenente:PILAO ARCADO PREFEITURA
Valor Convênio:295.300,00
Valor Liberado*:295.300,00
Publicação:21/01/2011
Início da Vigência:23/12/2010
Fim da Vigência:05/07/2014
Valor Contrapartida:6.026,53
Data Última Liberação:29/05/2014
Valor Última Liberação:38.241,34

* Para saber cada uma das liberações, acesse a consulta – “Despesas Informações Mensais – Transferências de Recursos” - faça a consulta por exercício e selecione o Estado/Município desejado.


28/12/15

OBRAS DO PREFEITO JOÃO DE BARRO

Quase cinco anos para realizar a construção desta creche, com verba federal, através da empresa do empreiteiro oficial  de Reinaldão bonitão,  e a obra está desta forma, veja fotos:       
                    



Quatro anos para realizar a construção desta quadra poliesportiva, com verba federal, através da empresa do empreiteiro oficial Reinaldão, e a obra está desta forma, veja fotos:

 
















Dois anos para realizar a construção deste posto de saúde na Lagoa do Padre, com verba federal, através da empresa  do empreiteiro oficial Reinaldão., e a obra está desta forma, veja foto:


Uma vida e seis meses para realizar a construção da única biblioteca municipal com obras iniciadas no governo do ex-prefeito Roberto Martins, e há 7 aguardando conclusão no governo de João Porfírio Lima, PSD, e  a obra está desta forma, veja fotos:

 
PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR:    tratamos   no presente caso      do      pior   prefeito   da   história   de Pilão ou do mais incompetente João de barro produzido pela natureza
Postagens mais antigas Página inicial

Copyright © Blog do Perez

Designed by Thais